Formando formadores


Por: Daniele Júlia Nascimento da Costa

Educar é para mim a experiência mais gratificante que existe. Desde pequena sempre sonhei em alfabetizar, ensinar e formar pessoas.

Me encantava ver minhas professoras escrevendo na lousa, corrigindo cadernos, ensaiando para apresentações, ensinando-nos a cantar, contar e ler, descobrir o mundo. Tive o privilégio de ter excelentes professores.

Minha mãe também teve grande importância nisso tudo, lia para eu dormir, contava-me histórias de Grimm, Monteiro Lobato e muitos outros. Ensinava-me o bê-á-bá com sua cartilha Sodré.

Fiz o magistério e logo montei turmas de reforço em casa. Participava de atribuições da Escala Rotativa em Jundiaí/ SP, mas nunca fui bem sucedida. Dois anos formada e sem nenhum êxito, até que um dia meu pai, que nos deixou há pouco, veio correndo me mostrar o anúncio dizendo que em Itupeva haveria concurso para professor, eu fiquei muito feliz e foi aqui nesta cidade que o sonho se tornou realidade.

São doze anos servindo a esse município com muito orgulho por fazer parte de uma educação que se preocupa com as crianças, nosso futuro. Tive muitas alegrias, alfabetizei crianças com problemas emocionais, dificuldades diversas, defasagens sérias, e dei o melhor de mim.

Sempre busquei na arte o ponto para encantar meus alunos e fazê-los crescer. Acredito que através dela podemos conhecer a alma infantil, seus desejos e necessidades, suas angústias, aflições. E assim, um dia, fui indicada para assumir a Coordenação Pedagógica, na qual atuo há 5 anos e meio. De lá pra cá busco com meus professores, parceiros e amigos, continuar proporcionando alegria e aprendizado aos nossos pequenos, que são confiados a nós para desenvolverem-se a cada dia mais e melhor.

Sempre gostei tanto das tecnologias quanto da arte e, acredito que elas sejam um meio maravilhoso para que nossos alunos aprendam com maior facilidade, já que eles fazem parte desse mundo globalizado, complexo dos dias atuais. Fui, em 2008, escolhida para coordenar o Programa de Formação Continuada em Tecnologias Educacionais - Proinfo Integrado, em uma adesão realizada pelo prefeito municipal, através da Diretoria de Educação com a SEED/ MEC, no qual visa-se capacitar os professores, equipar escolas e oferecer conteúdos digitais e softwares livres para as escolas.

Tem sido uma experiência gratificante vê-los descobrindo, desbravando o universo das TIC’s, e saber que faço parte desse processo, desse passo mágico rumo à inclusão digital de educadores e consequentemente de seus alunos, seus familiares e toda a comunidade.

São professores dos mais diferentes perfis, com as mais diversas “bagagens de vida pessoal e profissional” que têm se assentado em frente aos computadores da EMEFEI Mário Covas, na Vila Independência, Itupeva/SP para ‘navegar’, para descobrir, para aprender.

E navegar é realmente preciso... mas muito mais que navegar, eu os vejo mergulhar, explorar todo o universo, nas poucas horas que estamos juntos semanalmente. Vejo olhinhos brilhantes, ouço risadinhas de alegria, gritos de espanto, ouço até o silêncio da dúvida, a exclamação de admiração por uma descoberta.

Entre links, hiperlinks, hipertextos e hipermídias. Entre teclados, “mouses”, slides, planilhas, apresentações, entre ‘youtubes’, buscas, blogs, chats, fóruns, entre sons e imagens, os vejo descobrindo a si mesmos, descobrindo que são capazes, que é preciso muito mais que conhecimento técnico, é preciso confiança, é preciso acreditar.

Agradeço à Deus e a todos que confiaram em mim e pela oportunidade de aprender enquanto acredito ensinar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância de transformar uma cidade em Cidade Inteligente

A Educação que queremos surgirá no pós pandemia

O Desafio da Formação Continuada