Tecnologias X Professores

Por: Daniele Júlia Nascimento Martí

Um dos maiores desafios para os professores hoje é manter atenção dos alunos frente às tecnologias já tão presentes em suas vidas, mesmo quando se trata de filhos das classes menos favorecidas e das escolas públicas por todo o Brasil.

O que muitos professores ainda não estão preparados para perceber, por menos favorecidos socialmente, todos temos acesso ao menos ao celular que tira fotos e filma pequenos vídeos de 30 segundos. Por menor que seja a escola, alguém possui um desses, ou até mesmo o professor. Então por que não aliar esse recurso para captar algo a nossa volta? Por que não produzir algum vídeo, que pode tornar-se um documentário? Ou por que não tirar fotos inusitadas das plantas, de suas sombras ao sol, mostrando o movimento da Terra, o efeito da luz, etc... São tantas as possibilidades, mas quando o professor pensa em tecnologias ele pensa nos computadores em um obsoleta sala de informática, inaugurada em meados dos anos 2000, com uma rede precária, com uma banda larga que deixa a desejar e muito, lembra-se de bloqueios que o sistema têm que o impede de acessar vídeos a qualquer momento, também lembra que os alunos sabem mais do que ele que não conseguirá acompanhar a todos e também não conseguirá prender sua atenção. Além disso, ele lembra que só para ligar as máquinas ele levará uns 20 minutos e que ele tem apenas 50 minutos para ficar naquela abafada e empoeirada sala, o ar condicionado pode não funcionar e que não deu tempo de testar o site ou software que vai precisar, também não sabe se conseguirá acessar ou mesmo ligar todas as máquinas... O Professor precisa de ferramentas e disponibilidade total de recursos, precisa estar seguro de seu papel e conhecer esses recursos e seus usos na prática, precisa ter algum técnico que esteja ao seu lado para que se algum problema técnico ocorrer tudo transcorra da maneira mais tranquila possível, são muitos os cursos de TI que poderiam oferecer seus alunos como estagiários para acompanhar esses professores nessas aulas. Hoje as salas de Informática também são espaços que poderia ser utilizados de outras formas e os equipamentos podem ser mais leves e móveis. Investimentos na área estão sendo feitos, mas ainda há muito a avançar. Os gestores precisam ser bem orientados para a aquisição desses materiais e equipamentos e o projeto para a inserção de mídias e tecnologias nas escolas públicas precisam ser bem planejados e pensados, não com o perfil da empresa que fará a 'venda', mas por uma equipe que  conheça a realidade e as possibilidades da escola e seu potencial, que esteja permanentemente promovendo ações formativas para essa equipe de professores e gestores.


Abaixo você pode conferir um resumo do  Guia que Unesco lançou em 2013 sobre o uso das Tecnologias Móveis em sala, com 13 bons motivos para usá-las e 10 recomendações para os governos, acessível, em inglês em: http://unesdoc.unesco.org/images/0021/002196/219641E.pdf


Pedagoga - Especialista em Gestão de Instituições Educacionais e em Tecnologias Educacionais
Membro Fundador e Coordenadora de Tecnologias Educacionais da Abrapee Brasil - Associação Brasileira de Profissionais e Especialistas da Educação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância de transformar uma cidade em Cidade Inteligente

A Educação que queremos surgirá no pós pandemia

O Desafio da Formação Continuada